Embebedava e drogava turistas. Tirou-lhes 30 mil euros das contas

Vigiava turistas asiáticas que embriagava ou drogava para retirar cartões de crédito. Em dois meses retirou das contas de oito mulheres 30 mil euros

Andava pela Baixa de Lisboa a observar os turistas que visitavam a capital. Seguia especialmente turistas asiáticas, de preferência sozinhas, metia conversa fazendo-se passar também por turista. Após ganhar confiança saíam juntos e nessa altura juntava "álcool e até outras substâncias" à bebida que a vítima tomava. Depois, tirava-lhe o cartão de crédito e ia fazer levantamentos da conta bancária.

Em dois meses, segundo um comunicado da Polícia de Segurança Pública, conseguiu levantar um total de 30 mil euros.

Era esta a forma de atuar de um homem que a Polícia de Segurança de Segurança Pública deteve na madrugada desta quinta-feira, após ter usado o cartão da mais recente vítima, a quem já tinha retirado 4750 euros. A detenção aconteceu em flagrante delito após o levantamento do dinheiro da conta da mulher que, segundo a PSP, estava de tal forma embriagada que não conseguiu impedir que este homem de 32 anos usasse o seu cartão.

O suspeito terá tentado resistir à detenção e, quando foi identificado, os agentes - com o apoio do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, já que não é cidadão nacional - comprovaram que o documento de identificação que usava era falso. De acordo com as informações reveladas pela polícia este homem já terá cumprido pena de prisão em Espanha por situações idênticas às de que é suspeito em Lisboa. Já foi, entretanto, presente a um juiz, que lhe decretou a medida de coação de prisão preventiva.

Está ainda a ser investigada a possibilidade de terem existido abusos sexuais às vítimas.

Numa busca domiciliária efetuada pelos agentes da PSP foram encontradas ainda 10 doses de cocaína, 5465 euros, 13 cartões de crédito das vítimas, duas máquinas fotográficas, um casaco e uma mala a tiracolo. Nesta operação foi identificada uma mulher, de 26 anos, suspeita de estar envolvida neste esquema e que foi constituída arguida no processo.

Ler mais

Exclusivos