Assunção Cristas: Estamos "profundamente unidos em oração"

A presidente do CDS foi a primeira líder partidária a reagir. Assunção Cristas está "consternada" com os ataques às comunidades cristãs que celebravam a a Páscoa no Sri Lanka

"Os ataques no Sri Lanka, quando as comunidades celebravam a Páscoa, a maior festa dos cristãos, deixa-nos consternados e profundamente unidos em oração", escreve a presidente do CDS-PP num curto comunicado divulgado ao início da tarde.

Assunção Cristas lamenta "a morte do nosso compatriota" e endereça o "profundo pesar a toda a família e amigos".

"Acredito num mundo onde todos somos livres de expressar a nossa religião. Condeno a violência contra a liberdade religiosa", sublinha a líder centrista.

Um último balanço das oito explosões em igrejas e hóteis daquele país, davam conta de mais de 200 mortos e mais de 400 feridos.

O português que perdeu a vida, tinha 30 anos e estava num dos hotéis atacados, com a sua mulher.

Ler mais

Exclusivos