Rede Nacional de Postos de Vigia para incêndios entra hoje em funcionamento até outubro

As próximas semanas preveem-se quentes, com temperaturas a rondar os 40 graus. Toda a atenção é pouca e, por isso, a vigilância estará ao encargo de 288 profissionais até outubro.

Os 72 postos de vigia para prevenir e detetar incêndios vão entrar esta terça-feira em funcionamento com 288 vigilantes, segundo o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais deste ano. Estes irão integrar a Rede Nacional de Postos de Vigia e vão estar em funcionamento até 6 de novembro, durante 24 horas.

Numa primeira fase, denominada rede primária, os postos de vigia são assegurados por 288 vigilantes. A rede vai ser reforçada entre 1 de julho e 15 de outubro, quando entra em funcionamento a rede secundária com um total de 228 postos de vigia e 912 vigilantes das florestas.

A Rede Nacional de Postos de Vigia, da responsabilidade da GNR, assegura em todo o continente as funções de deteção fixa de ocorrências de incêndios.

Segundo indicações meteorológicas das próximas semanas, chega em boa hora. De acordo com as previsões do Instituto Português de Meteorologia, a partir da próxima segunda-feira, 13 de maio, as temperaturas podem rondar os 40 graus em algumas zonas do país. O clima quente, propenso a causar incêndios, exigirá maior atenção.

Exclusivos