Fogo nas encostas do castelo de Marvão

Está a arder mato e pinhal "com intensidade", sendo o trabalho dos bombeiros dificultado pelo "declive bastante acentuado".

Um incêndio deflagrou hoje à tarde nas encostas do Castelo de Marvão, no distrito de Portalegre, e o combate está a ser prejudicado pelos acessos difíceis, disse à agência Lusa fonte dos bombeiros.

A fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre indicou que não havia habitações em perigo, cerca das 17.15, mas que foi cortada ao trânsito a Estrada Nacional (EN) 359, entre Portagem e Marvão.

Segundo a fonte, está a arder mato e pinhal "com intensidade", sendo o trabalho dos bombeiros dificultado pelo "declive bastante acentuado".

"É difícil o progresso para os meios terrestres", disse a fonte, adiantando que o alerta foi dado às 15.29.

Reforço do dispositivo de combate às chamas

Entretanto, o dispositivo de combate ao incêndio foi reforçado ao longo da tarde de hoje por continuar a lavrar com intensidade, disse à agência Lusa fonte dos bombeiros.

O 2.º comandante operacional distrital de Portalegre, Bruno Marques, indicou que o fogo continuava, cerca das 18:30, a lavrar com intensidade, com uma frente. O responsável justificou também o reforço de meios aéreos, num total de oito, com os difíceis acessos para os meios terrestres.

Entre os meios aéreos mobilizados contam-se um espanhol e um de reconhecimento, avaliação e coordenação, indicou o 2.º comandante distrital de Portalegre de Operações de Socorro.

Com o trabalho dos bombeiros dificultado pelo "declive bastante acentuado", o combate às chamas mobilizava, cerca das 18:30, um total de 220 operacionais e 61 veículos, além dos oito meios aéreos.

A Estrada Nacional (EN) 359, entre Portagem e Marvão, foi cortada ao trânsito.

(Notícia atualizada às 19:44)

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG