Há 1124 profissionais de saúde infetados. Enfermeiros são os mais afetados

Há sete médicos e um enfermeiro internados em cuidados intensivos, disse o secretário de Estado da Saúde.

O novo coronavírus já infetou 1124 profissionais de saúde em Portugal, entre os quais 206 médicos e 282 enfermeiros, anunciou esta quinta-feira o secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales.

Entre os profissionais infetados com o novo coronavírus, que provoca a doença covid-19, estão também 636 de áreas como assistentes técnicos, assistentes operacionais e técnicos de diagnóstico e terapêutica, adiantou Lacerda Sales na conferência de imprensa diária para atualização de informação sobre a pandemia de covid-19 em Portugal.

Sobre este último grupo de profissionais, o secretário de Estado fez questão de lhes dirigir um agradecimento. "São profissionais que também têm estado sempre na linha da frente deste combate", realçou o governante,

O secretário de Estado referiu ainda números de quarta-feira que contabilizavam sete médicos e um enfermeiro internados em cuidados intensivos, admitindo, no entanto, não saber se a situação se alterou de quarta para quinta-feira. "Os números de ontem eram estes".

Mais de 9 mil pessoas infetadas

Segundo o balanço feito esta quinta-feira pela Direção-Geral da Saúde, em Portugal registam-se 209 mortes, mais 22 do que na quarta-feira (+11,8%), e 9034 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 783 em relação à véspera (+9,5%).

Dos infetados, 1042 estão internados, 240 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 68 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 2 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março, tendo a Assembleia da República aprovado esta manhã o seu prolongamento até ao final do dia 17 de abril.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG