GNR apreendeu mais de três toneladas de sardinha "ilegal" no porto de Matosinhos

A GNR apreendeu no porto de Matosinhos 3240 quilogramas de sardinha, no valor estimado de 19.440 euros, no âmbito de uma fiscalização a duas embarcações que excederam o limite diário de pesca da espécie, revelou a Guarda.

A apreensão esteve a cargo da Unidade de Controlo Costeiro e decorreu no âmbito de uma ação de fiscalização no porto de pesca de Matosinhos, onde, após verificada a infração, "foram identificados os mestres das embarcações, dois homens de 42 e 47 anos, e elaborados dois autos de contraordenação por exceder os limites de captura legalmente fixados por totais admissíveis de capturas (TAC) e quotas".

Segundo a GNR, estas infrações são "puníveis com coima máxima de 37.500 euros".

Os 3.240 quilogramas de sardinha pescada de forma ilegal foram sujeitos a verificação higiossanitária, após o que foram doados a instituições de solidariedade social da região norte, informa ainda a Guarda.

Sublinha a GNR que a sardinha é "um recurso de interesse estratégico para a pesca portuguesa, para a indústria conserveira e para as exportações de produtos da pesca e do mar, assumindo uma particular relevância em termos socioeconómicos em várias comunidades piscatórias".

A força policial avisa , por isso, que o recurso deve ser "explorado de modo a garantir, a longo prazo, a sustentabilidade ambiental, económica e social da pescaria, dentro de uma abordagem de precaução, definida com base nos dados científicos disponíveis, procurando-se simultaneamente assegurar os rendimentos da pesca aos seus profissionais".

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG