Fundão recebe 19 imigrantes do Aquarius

Chegaram esta tarde a Portugal 19 migrantes que em julho foram resgatados pelo navio humanitário Aquarius e que atracou em Itália.

O acolhimento resulta de uma ação humanitária entre Portugal, Espanha e França. Os imigrantes são 17 homens e 2 mulheres, provenientes de Eritreia (14), Nigéria (3), Iémen (1) e Sudão (1), e foram acolhidos pelo município do Fundão.

"A resposta preparada para este acolhimento implica o trabalho coordenado de serviços das áreas governativas da Administração Interna e da Presidência do Conselho de Ministros, em particular, do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras e do Alto Comissariado para as Migrações", refere um comunicado dos ministérios da Administração Interna, da Presidência e da Modernização Administrativa.

O grupo beneficiará de um plano de integração e de empregabilidade "seguindo um modelo já desenvolvido no trabalho com imigrantes". Incluindo a presença de um tradutor à chegada. Este foi construído em colaboração com a Câmara Municipal do Fundão.

Uma vez distribuídos pelo Fundão, terão aulas de português, em articulação com a delegação do Instituto do Emprego e Formação Profissional, a realização de ações formativas sobre direitos e deveres, bem informações sobre Portugal.

É o 1.º grupo dos 50 que o Governo aceitou receber dos 141 resgatados pelo Aquarius. E, hoje, disponibilizou-se para receber mais 10 dos 58 resgatados numa segunda operação de resgate do navio.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG