Envelope suspeito para António Costa fez evacuar estação dos CTT

Estação de Cabo Ruivo foi evacuada às 12:30 e o envelope foi enviado para o Instituto Ricardo Jorge, onde ainda está a ser analisado, embora esteja já descartada a presença de agentes químicos

A estação dos CTT - Correios de Portugal na Avenida Marechal Gomes da Costa, em Lisboa, foi esta quinta-feira evacuada pelas 12:30, devido à presença de "um objeto suspeito", de acordo com a Polícia de Segurança Pública (PSP). O objeto em causa era um envelope almofadado dirigido ao primeiro-ministro António Costa, que despertou suspeitas aos funcionários dos CTT, disse ao DN fonte da Polícia Judiciária que está a acompanhar a investigação.

O envelope foi enviado para o Instituto Ricardo Jorge, onde ainda está a ser analisado, embora esteja já descartada a presença de agentes químicos, acrescentou a mesma fonte. Afastada está também a possibilidade do envelope conter um engenho explosivo, segundo a PSP.

De acordo com a PSP, os agentes deixaram o local às 17:10, tendo ficado o incidente a cargo da Polícia Judiciária, que continua a investigação.

A PSP estabeleceu "um perímetro de segurança no local", o que resultou na evacuação da área interior da estação dos CTT, e estiveram no local operacionais do Centro de Inativação de Explosivos e Segurança em Subsolo (CIEXSS).

No âmbito do procedimento previsto nestas situações, a PSP ativou o apoio dos bombeiros, através do Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa, que se encontram no local desde cerca das 14:40.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG