Drones ajudam PSP a vigiar marginais do Grande Porto no fim de semana

Imagens das marginais cheias de pessoas, um pouco por todo o País, têm sido uma constante ao sábado e domingo.

Ao fim de semana os portugueses têm insistido em sair de casa, apesar da quarentena obrigatória. Para que não se repitam as imagens de pequenas multidões em zonas marítimos e de lazer, na zona do Porto, a PSP vai contar com a ajuda de dois drones no policiamento no fim de semana, para travar eventuais incumprimentos do dever de recolhimento nas marginais marítimas de Matosinhos, Vila do Conde e Póvoa de Varzim.

"A PSP estará naqueles locais atenta e atuante de modo a prevenir a ocorrência de eventuais incumprimentos, mormente do dever geral de recolhimento" face à covid-19, avisou a fonte, escusando-se a adiantar o número de polícias que a PSP vai mobilizar para as operações naqueles três concelhos litorais do distrito do Porto: "Será o considerado adequado."

Portugal cumpre o terceiro período de 15 dias de estado de emergência, iniciado em 19 de março, e o decreto presidencial que prolongou a medida até 2 de maio prevê a possibilidade de uma "abertura gradual, faseada ou alternada de serviços, empresas ou estabelecimentos comerciais".

Na quinta-feira, os concelhos de Matosinhos, Vila do Conde e Póvoa de Varzim registavam, respetivamente, 929, 212 e 95 casos confirmados de contágio pelo novo coronavírus, segundo dados da Direção-Geral da Saúde.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG