Dezenas de caravelas portuguesas invadem praias de Ponta Delgada

As caravelas portuguesas têm vindo a dar à costa em várias praias de Portugal continental e das ilhas neste verão.

Algumas praias junto a Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, estão hoje com dezenas de caravelas portuguesas na areia e com aviso de cuidado na ida ao banho, constatou a agência Lusa no local.

Nas praias das Mílicias e do Pópulo, por exemplo, cerca das 14:30 locais (menos uma hora do que em Lisboa) apenas alguns surfistas se encontravam no mar e estavam içadas a bandeira amarela, de cuidado na ida ao mar, e também a bandeira referente à presença de caravelas portuguesas.

Desde fins de abril até meados de junho, registou-se uma abundância de caravelas-portuguesas nas águas açorianas, e apesar de o pico da presença da espécie já ter passado, ocasionalmente ainda se dá uma concentração destas no mar ou em areais.

As caravelas portuguesas têm vindo a dar à costa em várias praias de Portugal continental e das ilhas neste verão.

A espécie apresenta uma forma de balão de cor azul e, por vezes, tons lilás e rosa, flutua à superfície da água, é influenciada por ventos e correntes superficiais e os seus tentáculos são urticantes e podem provocar queimaduras graves.

Exclusivos

Premium

Espanha

Bolas de aço, berlindes, fisgas e ácido. Jovens lançaram o caos na Catalunha

Eram jovens, alguns quase adultos, outros mais adolescentes, deixaram a Catalunha em estado de sítio. Segundo a polícia, atuaram organizadamente e estavam bem treinados. José Manuel Anes, especialista português em segurança e criminalidade, acredita que pertenciam aos grupos anarquistas que têm como causa "a destruição e o caos" e não a luta independentista.