Covid-19. PSP encerrou discoteca ilegal "com pista de dança e DJ" em Loures

A PSP encerrou na madrugada de domingo uma discoteca ilegal, com pista de dança e DJ, que estava em funcionamento em Camarate, Loures, "em total desrespeito" pelas normas em vigor devido à pandemia de covid-19.

Em comunicado, o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP refere que, no âmbito de uma operação planeada para "fazer cessar incumprimentos às medidas restritivas motivadas pela covid-19 em vigor, por parte de estabelecimentos de restauração e bebidas situados em Camarate", foi ainda encerrado um outro estabelecimento.

No decurso das ações de fiscalização, é indicado, foram identificadas 193 pessoas que se encontravam no interior dos dois estabelecimentos e elaborados 14 autos de contraordenação, nomeadamente por incumprimento do horário de funcionamento e venda de tabaco a menores de 16 anos.

"Num dos estabelecimentos estava em atividade uma discoteca ilegal, com pista de dança e DJ, onde se encontrava a maioria dos intervenientes identificados, em total desrespeito pelas normas em vigor", lê-se na nota da PSP.

O Comando Metropolitano salienta que estas ações de fiscalização constituem "uma prioridade em termos de intervenção policial", pretendendo-se que possam ter impacto, especialmente junto de estabelecimentos idênticos.

Por isso, é acrescentado, continuarão a desencadear-se "as medidas de prevenção e fiscalização necessárias para reforçar o sentido de segurança da população" e reverter "as incivilidades" que ainda são cometidas e promovem a propagação da covid-19.

Na operação realizada na madrugada de domingo estiveram presentes elementos da divisão policial de Loures, com a participação de brigadas de fiscalização, equipas de intervenção rápida, equipas de investigação criminal e carros-patrulha.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e oitenta e um mil mortos e mais de 37,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela AFP. Em Portugal, morreram 2110 pessoas dos 89 121 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG