Prevenir é sempre melhor do que remediar

Os mais recentes resultados de recolha seletiva de embalagens, com um aumento de 5% registado entre janeiro e julho de 2020 face ao período homólogo, demonstram que os portugueses estão cada vez mais conscientes da importância do seu papel no processo de reciclagem e procuram fazê-lo com maior frequência e prontidão. Mais ainda há muito a fazer no que diz respeito à qualidade de todo o sistema de reciclagem, que depende de muitos mais intervenientes do que à partida poderemos pensar, e em colocar na agenda novos temas que mobilizem a sociedade.

Esse foi um dos objetivos do tema escolhido para a edição deste ano da Semana Europeia da Prevenção de Resíduos 2020 (SEPR): os resíduos invisíveis. Ou seja, os resíduos que resultam do fabrico dos mais diversos objetos do nosso dia-a-dia.

O impacto dos resíduos invisíveis no ambiente não é geralmente considerado quando olhamos para um produto final e o consideramos como um eventual resíduo. É um objetivo base a sensibilização da população para o problema dos resíduos, em particular a prevenção - e por isso desafiamos este ano os consumidores a tomar consciência da quantidade de resíduos que todos geramos sem saber.

Mas a prevenção e a responsabilidade de reduzir esses mesmos resíduos contribuindo para a colocação no mercado de produtos com menor pegada ecológica começa muito antes deste chegar às mãos do consumidor.

Na Sociedade Ponto Verde, assumimos como atividade principal a gestão de resíduos de embalagens, mas não retiramos a tónica da educação e sensibilização e da inovação. Três áreas que se combinam e através das quais assumimos também a responsabilidade de agir em todo o tipo de resíduos, quando o objetivo é aumentar a participação do consumidor.

Da nossa parte, seguimos uma estratégia de prevenção de resíduos que vai além das embalagens e se foca na criação de parcerias com clientes - empresas, marcas e embaladores -, colocando ao seu dispor instrumentos alinhados com as necessidades do mercado, apoiando o investimento em projetos de Investigação e Desenvolvimento que permitam desenvolver melhores soluções de embalagens - com menor desperdício na produção e maior reciclabilidade - de recolha seletiva e de incorporação de materiais reciclados.

Através de projetos como o Ponto Verde Lab, a iniciativa Talk4Recycling e a nova Iconografia da Reciclagem desenvolvemos uma proximidade constante com todos os intervenientes no processo de prevenção de resíduos.

A criação de sinergias entre todos os elementos da cadeia de valor dos resíduos desde fornecedores de embalagens, embaladores, Sistemas Municipais e Recicladores, permitirá que, ao longo do tempo e em permanência, seja possível a identificação de oportunidades de melhoria

no que diz respeito às embalagens que são colocadas no mercado. O objetivo é que, no final, a tarefa não só seja ela própria geradora de menos resíduos, como também chegue a casa dos portugueses facilitada para o correto encaminhamento para reciclagem.

Iniciativas como a Semana Europeia da Prevenção de Resíduos são um excelente contributo para uma maior e necessária consciencialização para estas temáticas e, se mais agentes se envolverem num esforço conjunto para uma maior prevenção, a redução efetiva de resíduos com impacto negativo no nosso meio ambiente pode tornar-se uma realidade mais cedo do que o previsto.

CEO/Administradora Delegada da Sociedade Ponto Verde

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG