O covil das Señoritas

Perto de Palmela, há uma quinta que é um santuário de animais maltratados. Cães, gatos, três cabras, uma vaca. É o refúgio de Sandra Baptista, a Sandra do acordeão dos Sitiados. Ali, numa sala carregada de história e onde os bichos circulam livres, nasceu um projeto musical a meias com Mitó Mendes, que era a vocalista de A Naifa. Música no meio da bicharada.

Há uns meses, saiu em Portugal um livro de Kim Gordon, vocalista e guitarrista dos Sonic Youth, chamado A Miúda da Banda. A dada altura, Kim esclarece como uma rapariga se protege num mundo que costuma ser de rapazes. Ou és cool e distante ou és uma bonequinha. «Ela tem razão, uma mulher tem de ser brilhante no mundo da música se quer algum respeito. Há sempre paternalismo. Por exemplo, chegas a estúdio e partem do princípio de que não sabes nada dos aspetos técnicos só por seres mulher», diz Mitó Mendes, antiga vocalista de A Naifa. Sandra Baptista, a Sandra do acordeão dos Sitiados, ri: «Mas nós agora livrámo-nos dos rapazes. E só vamos fazer o que nos apetece.» É verdade, as miúdas criaram a sua própria banda. Não são senhoras distantes nem são senhorinhas armadas em princesas. São Señoritas, e isso é poderem ser elas próprias.

Leia o artigo completo na Notícias Magazine.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG