Vários incêndios durante retirada de migrantes da "Selva" de Calais

Ainda há cerca de quatro mil migrantes no campo de refugiados

Vários incêndios deflagraram hoje na "Selva" de Calais, no norte de França, no terceiro dia da operação de retirada de migrantes e após uma noite marcada pela intervenção de bombeiros e forças de segurança.

Ao mesmo tempo que decorria a operação de retirada de migrantes, os incêndios multiplicaram-se a meio do dia no campo, onde se encontram ainda cerca de quatro mil migrantes, de acordo com a agência noticiosa France Presse (AFP).

Na principal artéria do campo, um veículo ardia, ouvindo-se, por todo o lado, pequenas explosões devido ao fogo, sem que os bombeiros em número insuficiente conseguissem responder de imediato a todas as ocorrências.

Vários migrantes abandonavam precipitadamente os abrigos, à medida que o fogo se aproximava.

Durante a noite, incêndios semelhantes começaram com a explosão de bilhas de gás, ferindo ligeiramente um dos residentes do campo.

Cerca de metade da população do campo, avaliada entre seis e oito mil migrantes, foi transferida desde segunda-feira, em autocarros para vários centros em França.

Perto de 800 menores desacompanhados foram transferidos para abrigos temporários, em contentores transformados, na "Selva", de acordo com o ministério do Interior francês.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG