Cheias na Coreia do Sul deixam vacas presas em telhados

Vacas flutuaram para cima à medida que o nível da água ia subindo durante o fim de semana em Gurye, uma cidade agrícola no sul do país, e encontraram segurança nos telhados de várias casas

Dezenas de vacas ficaram presas nos telhados devido às cheias na Coreia do Sul, o que colocou as equipas de resgate a enfrentar um problema de grandes dimensões.

O gado bovino flutuou para cima à medida que o nível da água ia subindo durante o fim de semana em Gurye, uma cidade agrícola no sul do país, e subiu para a segurança dos telhados de várias casas e outros edifícios.

Quando o dilúvio abrandou, os animais viram-se presos no alto do telhado, sem maneira de descer.

As fotos mostravam até nove vacas de pé num telhado destruído.

"As vacas nadavam enquanto o nível da água subia e subiram até o telhado, onde permaneceram mesmo depois de as cheias terem baixado", disse um morador ao canal de televisão JTBC.

As equipas de resgate trouxeram um guindaste e baixaram o gado, um a um, dos telhados.

Embora as vacas tivessem sido salvas, muitas apresentavam sintomas de pneumonia, de acordo com um veterinário que se voluntariou para as operações de socorro.

A Coreia do Sul foi inundada por semanas de chuvas intensas e que causaram inundações generalizadas, registando-se 31 mortes desde o início do mês.

As chuvas torrenciais têm causado estragos em todo o país desde o início do mês, mas quase metade das mortes ocorreram nos últimos três dias, de acordo com o Ministério do Interior e Segurança.

Desde sexta-feira, mais de 3.700 pessoas foram deslocadas de suas casas após as enchentes na região sul do país, a mais atingida.

No total, quase 6.000 pessoas foram evacuadas de suas casas em todo o país este mês, sendo que cerca de 4.600 estão em abrigos temporários.

Entre as vítimas estava um homem de 80 anos que foi encontrado morto depois de ter sido enterrado num deslizamento de terras com o seu trator. Um homem de 61 anos e uma mulher de 59 foram mortos depois da casa onde viviam ter sido engolida por um deslizamento de terras.

As autoridades emitiram avisos de deslizamentos de terras para 24 regiões. Pelo menos 667 deslizamentos de terras foram registados até agora em agosto.

Espera-se que mais chuvas fortes causem mais danos nas áreas afetadas pelas enchentes, já que o tufão Jangmi, o quinto tufão da época, deverá a atingir a região sul a partir desta segunda-feira, de acordo com a Administração Meteorológica da Coreia.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG