Turista americano impede homem com martelo de roubar a Magna Carta

Matthew Delcambre bloqueou assaltante na Catedral de Salisbury e conseguiu tirar-lhe o martelo antes que a Magna Carta fosse danificada.

Um turista americano do estado de Louisiana ajudou a impedir que um ladrão tentasse roubar a Magna Carta da Catedral de Salisbury, cidade do sudoeste da Inglaterra.

Matthew Delcambre, de New Iberia, Louisiana, contou à agência AP (Associated Press) que estava de visita à cidade com a mulher, Alexis, quando um homem tentou quebrar com um martelo o vidro da caixa com o manuscrito na Casa do Capítulo da Catedral de Salisbury. Quando o ladrão passou por eles, o turista americano tentou bloqueá-lo com a ajuda de outros visitantes.

Delcambre, de 56 anos, terá perseguido o assaltante no pátio externo, agarrou-o pelo braço e atirou o martelo ao chão. Um funcionário da igreja veio em seu auxílio e ambos conseguiram parar o homem. "Não fui eu sozinho, foi um esforço de grupo", disse o turista americano à AP.

A Magna Carta estava protegida por duas camadas de vidro grosso e não foi danificada. A policia local libertou o assaltante de 45 anos, sob fiança, enquanto continua a investigação sobre a tentativa de roubo.

A Magna Carta da Catedral de Salisbury é um dos quatro exemplares existentes da carta de de 1215, que estabeleceu o princípio de que o rei está sujeito à lei. Este documento limitou o poder dos monarcas da Inglaterra, em particular o do rei João, que a assinou, impedindo o exercício do poder absoluto. A Carta é considerada o documento fundador da lei inglesa e das liberdades civis, tendo influenciado a própria constituição dos Estados Unidos.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG