Trump tem 20 milhões para construir o muro, mas precisa de 20 mil milhões

Ao contrário do que prometeu Trump, a Casa Branca não tem fundos suficientes para começar já a construir o muro na fronteira entre México e EUA, indicam documentos oficiais citados pela Reuters

O presidente Donald Trump prometeu no início do ano financiar a construção do muro na fronteira entre os Estados Unidos e o México numa primeira fase e por "uma questão de velocidade". Esta quinta-feira, a Reuters afirma que a administração Trump tem à disposição 20 milhões de dólares - cerca de 19 milhões de euros - para este projeto, em vez dos cerca de 20 mil milhões necessários.

Segundo a Reuters, que cita um relatório oficial, o custo final da construção do muro em toda a fronteira sul dos Estados Unidos vai rondar os 21,6 mil milhões de dólares. A quantia agora disponível cobre a realização de alguns contratos, mas não é suficiente para iniciar a construção do muro, que seria financiada com os "fundos e recursos" do Departamento de Segurança Interna; mais tarde, Trump pediria ao congresso norte-americano para cobrir os custos em falta. O México devolveria o dinheiro também numa outra fase, através de uma reforma fiscal que passaria pela aplicação de impostos nas transações entre os dois países.

Contudo, o Departamento de Segurança Interna norte-americano apenas conseguiu redirecionar para o muro os fundos de dois projetos de segurança: cinco milhões de dólares destinados à construção de uma cerca no Arizona e 15 milhões destinados à instalação de câmaras no topo de camiões usados nas fronteiras, o que perfaz os 20 milhões disponíveis.

Segundo a Reuters, que cita um documento distribuído a membros do Congresso, para a construção começar em breve, tal como Trump prometeu durante a campanha presidencial, a Casa Branca terá de convencer o Congresso - atualmente com maioria republicana - a atribuir fundos federais ao projeto. Mas vários republicanos já afirmaram que não iriam aceitar um orçamento que não compensasse os gastos da construção do muro com cortes noutras despesas.

O departamento de Segurança Interna dos EUA está a tentar procurar fundos dentro do seu orçamento para a segurança fronteiriça, infraestruturas e tecnologia - avaliado em cerca de 376 milhões de dólares (cerca de 359 milhões de euros) - para que o financiamento do muro não tenha de passar pela aprovação do congresso, segundo a agência Reuters.

Na altura das eleições para a presidência norte-americana, Trump referiu que a construção do muro custaria cerca de 12 mil milhões de dólares, o que equivale a 11 mil e 300 milhões de euros. Especialistas do Massachusetts Institute of Technology (MIT) apontaram, no entanto, para um valor próximo dos 40 mil milhões (37,4 mil milhões de euros).

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG