Trump: Coreia do Norte pode tornar-se uma "grande potência económica"

Presidente dos EUA escreveu que o país mais fechado do mundo tem "mais potencial de crescimento rápido do que qualquer outro". E deixou três argumentos: "A sua localização", o seu "povo" e... Kim Jong-un.

A Coreia do Norte pode tornar-se numa das "grandes potências económicas" do mundo se abandonar a produção de armas nucleares, garantiu o presidente dos EUA, Donald Trump.

Na sua conta do Twitter, Trump escreveu que o país mais fechado do mundo tem "mais potencial de crescimento rápido do que qualquer outro", argumentando que "a sua localização e povo" e Kim Jong-un, o presidente norte-coreano, justificam esse potencial.

Estes comentários surgiram horas depois do seu secretário de Estado, Mike Pompeo, ter dito que Pyongyang continua a representar uma ameaça nuclear.

Trump vai encontrar-se, pela segunda vez, com o líder norte-coreano Kim Jong-un, nos dias 27 e 28 de fevereiro em Hanói, no Vietname.

"Nós dois esperamos uma continuação dos progressos feitos na primeira cimenta em Singapura", escreveu Trump, também no Twitter, referindo-se ao encontro entre os dois líderes em Singapura em junho passado.

Falando no Baile dos Governadores - um evento social que reúne os governadores dos Estados Unidos - na noite de domingo, o presidente também disse ter desenvolvido um "relacionamento muito bom" com Kim.

"É uma coisa muito interessante de se dizer, mas desenvolvi um relacionamento muito bom. Vamos ver o que isso significa. Mas ele nunca teve uma relação com ninguém deste país e não teve muitos relacionamentos em nenhum lugar", constatou o óbvio.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG