Torre Eiffel sem iluminação em homenagem às vítimas de Las Vegas e Marselha

A iluminação da torre Eiffel, o monumento pago mais visitado do mundo, é regularmente desligada numa homenagem às vítimas de atentados

A torre Eiffel vai ficar sem iluminação esta noite, numa homenagem às vítimas dos ataques de Las Vegas e Marselha no domingo, que provocaram respetivamente 58 e dois mortos, anunciou a presidente da câmara municipal de Paris, Anne Hidalgo.

"Esta noite, vamos desligar a iluminação da Torre Eiffel a partir da meia-noite, numa homenagem às vítimas dos ataques que ocorreram em Marselha e Las Vegas. Estamos unidos", referiu a edil através de uma mensagem na rede social Twitter.

A iluminação da torre Eiffel, o monumento pago mais visitado do mundo, é regularmente desligada numa homenagem às vítimas de atentados.

Um norte-americano branco de 64 anos, Stephen Craig Paddock, matou pelo menos 58 espetadores de um concerto ao ar livre na noite de domingo em Las Vegas. Apesar de a organização 'jihadista' Estado Islâmico (EI) ter reivindicado o tiroteio, o FBI referiu que "até ao momento" não existe ligação com uma organização terrorista.

Em Marselha, duas jovens mulheres foram mortas no domingo na plataforma da principal estação ferroviária, num ataque com faca perpetrado por um homem detentor de um passaporte tunisino. Esta ação também foi reivindicada pelo EI.

A torre Eiffel, inaugurada no decurso da Exposição universal de 1889, é visitada anualmente por seis a sete milhões de pessoas.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG