Texas executa homem que matou negro depois de o arrastar acorrentado a uma viatura

John William King, um racista confesso, recebeu a injeção letal na noite de quarta-feira pela morte em 1998 de James Byrd Jr.

Um racista confesso responsável por um dos crimes de ódio de maior impacto mediático da história dos EUA foi executado no Texas pela morte de um homem negro, depois de o arrastar acorrentado a uma viatura.

John William King recebeu a injeção letal na noite de quarta-feira pela morte em 1998 de James Byrd Jr., que foi acorrentado na traseira de um camião e arrastado por uma estrada nos arredores de Jasper, no estado do Texas.

King, de 44 anos, foi condenado à morte na penitenciária estadual de Huntsville, Texas.

O crime de ódio colocou Jasper no 'mapa' mediático nos Estados Unidos, uma cidade de cerca de 7.600 moradores perto da fronteira entre o Texas e a Louisiana, tendo sido associada a um estigma racista do qual se tem tentado livrar desde então.

King foi o segundo homem executado pelo assassínio de Byrd. Um terceiro indivíduo foi condenado a prisão perpétua.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG