Surto em Lérida: Catalunha confina 200 mil pessoas

Ficam restringidas as entradas e saídas da zona afetada e estão proibidas concentrações com mais de 10 pessoas em espaços privados e públicos, entre outras medidas.

O presidente da região da Catalunha ordenou este sábado o confinamento de cerca de 200.000 habitantes em redor da cidade de Lérida, no nordeste espanhol, devido à multiplicação dos casos de contágio do novo coronavírus.

"Decidimos confinar a zona de Segria [nos arredores de Lérida] com base nos dados que confirmam um crescimento muito importante do número de contágios de covid-19", afirmou Quim Torra, o independentista presidente da região catalã, indicando que o confinamento entrou em vigor às 12:00 locais (11:00 em Portugal).

Nesse sentido, ficam restringidas as entradas e saídas da zona afetada e estão proibidas concentrações com mais de 10 pessoas em espaços privados e públicos, entre outras medidas.

O presidente da Generalitat, que não avançou números específicos, tomou a decisão depois de terem sido detetados nove focos ativos de covid-19.

Segundo os dados mais recentes da situação epidemiológica em Espanha, divulgados na sexta-feira, as autoridades sanitárias espanholas dão conta, desde o início da crise pandémica, de que foram reportados 250.545 casos de infeção, que provocaram 28.385 mortes.

Os mesmos dados referem que, ao longo da última semana, a Catalunha registou um total de 834 novos casos, enquanto Madrid contabilizou 329.

Desde que o novo coronavírus foi detetado na China, em dezembro do ano passado, a pandemia da doença covid-19 já provocou mais de 522 mil mortos e infetou mais de 10,92 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo o balanço mais recente feito pela AFP.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG