Primeiro campo de refugiados de Paris abre em meados de outubro

Centro de emergência, que será erguido numas antigas instalações ferroviárias na zona norte de Paris, substituirá os campos improvisados que continuam a aparecer pela cidade

Paris vai abrir o seu primeiro campo de refugiados em meados de outubro, anunciou hoje a presidente da Câmara Municipal da capital francesa, Anne Hidalgo, acrescentando que terá capacidade para 400 pessoas e será dedicado exclusivamente a homens.

O centro de emergência, que será erguido numas antigas instalações ferroviárias na zona norte de Paris, substituirá os campos improvisados que continuam a aparecer pela cidade.

Hidalgo, que anunciou a construção do campo em maio, declarou que os refugiados que pretendem obter asilo serão autorizados a permanecer no campo "cinco a dez dias", recebendo cuidados médicos e psicológicos.

Um segundo centro, este para mulheres e crianças apenas, será instalado em Ivry-sur-Seine (sudeste de Paris) no final do ano, acrescentou a presidente da Câmara, numa conferência de imprensa.

Hidalgo (socialista) disse que o centro de refugiados de Paris, que custará 6,5 milhões de euros, visa tirar os refugiados das ruas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG