Primeira morte na Europa: turista chinês morreu em França

A vítima é um homem de 80 anos, da província de Hubei, que tinha chegado a França a 16 de janeiro.

A morte foi confirmada pela ministra da Saúde francesa, Agnès Buzyn, noticia a BBC. O homem chegou a França a 16 de janeiro e no dia 25 foi colocada em quarentena num hospital. Esta é a quarta morte provocada pelo vírus fora da China (as outras mortes ocorreram em Hong Kong, Filipinas e Japão).

Entretanto, as 20 pessoas que chegaram a Portugal em 2 de fevereiro vindas de Wuhan, epicentro do coronavírus, e que voluntariamente estão de quarentena, saem do hospital este sábado. Desde o início do mês que os 20 cidadãos - 18 portugueses e duas brasileiras - vindos da China estão instalados no Hospital Pulido Valente (Centro Hospitalar de Lisboa Norte), num isolamento voluntário."Os cidadãos repatriados na sequência do surto de doença respiratória aguda por novo coronavírus (Covid-19) foram testados pela segunda vez, durante a manhã", explicitava a nota emitida na sexta-feira ao final do dia pela DGS, acrescentando que as análises laboratoriais, "com duas amostras biológicas, foram todas negativas". Sendo assim, termina aqui o seu período de isolamento profilático voluntário de 14 dias.

A Direção-Geral de Saúde faz um balanço da situação pelas 17.30 de sábado.

Até agora o total de vítimas mortais do Covid-19 é de, pelo menos, 1522 pessoas, das quais 1457 são da região de Wuhan, na China. Há mais de 65 mil pessoas infetadas.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG