Detidos dez suspeitos de preparar atentado em Düsseldorf

Procuradores dizem que suspeitos preparavam ataque terrorista na capital do estado da Renânia do Norte Vestefália

A polícia alemã anunciou que deteve dez suspeitos de preparar um ataque terrorista em Düsseldorf, em operações conduzidas em várias cidades dos estados federados da Renânia do Norte Vestefália e de Bade-Vurtemberga, avança a agência noticiosa alemã DPA.

O porta-voz dos procuradores afirmou que os membros do grupo eram suspeitos de estarem associados ao grupo terrorista Estado Islâmico, de estarem a planear "um ato importante de subversão".

Apesar de tudo, referiu a mesma fonte, não é conhecido o alvo específico do ataque em preparação. Um dos suspeitos é oriundo do Tajiquistão. As nacionalidades dos restantes nove ainda não foram apuradas e divulgadas pelas autoridades.

Há uma semana, as autoridades de Frankfurt anunciaram ter abortado um atentado terrorista em grande escala na capital financeira alemã, tendo detido dez suspeitos numa operação policial que envolveu duas centenas de agentes das forças de segurança.

Os detidos tinham todos idades entre os 20 e os 42 anos e viviam em Frankfurt, Offenbach, Wiesbaden e Mainz. Os cabecilhas do plano para atentar são dois irmãos de Wiesbaden e um outro habitante de Offenbach, todos ligados aos salafismo, corrente conservadora do islão.

A Alemanha foi alvo de um atentado terrorista, a 19 de dezembro de 2016, quando um terrorista a quem tinha sido negado asilo entrou com um camião por um mercado de Natal, em Berlim, matando 12 pessoas.

As autoridades da Europa - e de todo o mundo - encontram-se em alerta depois do atentado de um supremacista branco contra uma mesquita islâmica na Nova Zelândia, no passado dia 15 de março, um ataque em que morreram 50 pessoas.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG