Piloto quase foi sugado de avião quando janela do 'cockpit' se partiu

Tudo no cockpit começou a flutuar. A maior parte do equipamento deu erro... e não conseguiu a ouvir o rádio." descreveu o comandante

O copiloto do Airbus A318 da Sichuan Airlines que teve de aterrar de emergência na China, após a janela no cockpit ter rachado, quase foi sugado para fora do avião, segundo relato do piloto do avião na imprensa local.

O comandante Liu Chuanjian revelou ao Chengdu Economic Daily, citado no Guardian, que tinha chegado a altitude cruzeiro quando ouviram um estrondo: "Não houve qualquer aviso. Subitamente o vidro rachou e fez um estrondo. Em seguida o meu copiloto já tinha sido meio sugado pela janela." Graças ao cinto, o copiloto conseguiu ficar no lugar, sofrendo apenas ferimetnos ligeiros

"Tudo no cockpit começou a flutuar. A maior parte do equipamento deu erro... e não conseguiu a ouvir o rádio." descreveu Liu Chuanjian.

O avião, que se deslocava desde Chongqing, no centro da China, para a capital do Tibete, Lhasa, no sudoeste, aterrou a meio da viagem, na cidade de Chengdu.

Apesar do incidente, os 119 passageiros do voo saíram ilesos, e apenas um outro membro da tripulação sofreu ferimentos ligeiros, durante a aterragem.

O comunicado da Administração de Aviação Civil da China afirma que está a decorrer uma investigação para apurar as causas do incidente

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG