Pelo menos seis mortos no Quénia em ataque de extremistas

Grupo Al Shabad atacou zona residencial com explosivos

Pelo menos seis pessoas morreram hoje num ataque do grupo extremista somali Al Shabad na localidade de Mandera, no norte do Quénia, perto da fronteira com a Somália, noticiaram meios de comunicação social locais.

Um grupo de extremistas atacou durante a madrugada uma zona residencial onde dormiam cerca de 30 pessoas e detonou um explosivo, explicou o governador do condado de Mandera ao jornal Daily Nation.

Além de seis mortos, há vários feridos.

O Al Shabab, que aderiu formalmente à Al Qaeda em 2012, matou cerca de 500 pessoas no Quénia desde abril de 2013, em represália pelo envio de tropas para a Somália para combater grupos terroristas.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG