Padre ortodoxo ferido a tiro à porta de igreja em Lyon. Suspeito em fuga

Vítima de 52 anos e pai de três filhos terá sido atingida com pelo menos dois tiros disparados por uma caçadeira de canos serrados.

Um homem armado com uma caçadeira de canos serrados feriu um padre ortodoxo na cidade francesa de Lyon, estando ainda em fuga.

O padre, de nacionalidade grega, estava a fechar a igreja quando o ataque aconteceu e está em estado grave, segundo indicou à AFP uma fonte policial. Terá sido atingido com pelo menos dois tiros. Segundo o Le Figaro trata-se de Nicolas K., um pai de três filhos, de 52 anos.

As autoridades estão a investigar se este será mais um atentado em França ou algum problema pessoal entre os dois. A vítima indicou não conhecer o agressor enquanto estava a ser retirada do local, que se encontra cercado pelas forças policiais.

Mas o caso surge dois dias depois da morte de três pessoas numa igreja de Nice, num atentado terrorista. O suspeito do crime, um tunisino de 21 anos que entrou ilegalmente na Europa em finais de setembro, foi baleado pela polícia.

A França está em estado de alerta máximo para eventuais atentados, tendo o presidente destacado sete mil militares para reforçar a segurança de igrejas e escolas por ocasião do feriado católico do Dia de Todos os Santos.

O ataque de Nice surge depois de o mundo muçulmano ter expressado o seu desagrado com a política do presidente francês, Emmanuel Macron, que disse que o islão está em crise em todo o mundo e defendeu a publicação das caricaturas do profeta Maomé.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG