Padre exorcista e coronel italianos detidos por abusos sexuais

Ambos foram detidos na Sicília

Um padre de Palermo, conhecido na Sicília por realizar exorcismos e "curas" espirituais, e um coronel do exército foram detidos por abusos sexuais, foi hoje noticiado.

O padre Salvatore Anello, de 59 anos, é suspeito de molestar quatro mulheres e uma rapariga de 12 anos durante "orações de cura", alegadamente destinadas a ajudar na recuperação de doenças ou a libertar de possessões pelo demónio, de acordo com a agência noticiosa AGI.

A detenção de Anello surge na sequência de uma investigação de seis meses a Salvatore Muratore, de 52 anos, um coronel do exército também acusado de abusos sexuais.

Os dois homens foram detidos preventivamente, enquanto decorre a investigação, disse à polícia à AGI.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG