OMS considera "irrealista" e "desastroso" realizar grandes eventos desportivos este ano

A Organização Mundial de Saúde indicou, esta quarta-feira, ser"irrealista" a realização de eventos desportivos que possam reunir multidões nos países com transmissão local da covid-19

Michael Ryan, diretor de emergências de saúde da OMS indicou como "desastroso" autorizar o retorno de competições que irão permitir a presença de milhares de pessoas.

Questionado sobre a possível data para a retomada de grandes eventos desportivos, Ryan afirmou que é impossível prever. "Não sabemos", disse o epidemiologista, de acordo com a AFP.

"Não é realista pensar que assistiremos a grandes concentrações desse tipo este ano" em países com transmissão local do novo coronavírus, estimou.

"Eventos com 40, 50 ou 60 mil pessoas...não é só perigoso estar no recinto ou no estádio mas também nos transportes públicos que levam a esses eventos" , indicou.

"Basta pensar em todos os problemas que existem atualmente com bares e discotecas e potenciar isso por quatro ou cinco horas com milhares de pessoas a usar o mesmo transporte público para o local e em todos os aspetos sociais que advém de um evento dessas dimensões. Pode ser desastroso", admit

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG