O mundo da moda despede-se do "génio" Lagerfeld

Homenagens vindas de todo o mundo para o homem que era carinhosamente apelidado "Kaiser Karl" e "Fashion Meister", fizeram-se ouvir esta terça-feira

"Com a morte de Karl Lagerfeld perdemos um génio criativo que ajudou a tornar Paris a capital da moda no mundo e a Fendi uma das mais inovadoras casas de moda italianas," lamentou Bernard Arnault, presidente e diretor executivo da LVMH, a empresa de luxo que detém desde os champanhes Moët & Chandon à marca de moda Louis Vuitton, numa declaração.

"A moda e a cultura perderam uma grande inspiração," acrescentou Bernard Arnault, que não se esqueceu de agradecer ao homem com "o gosto e o talento mais excecionais que eu alguma vez vi".

O presidente da LVMH prefere recordar a "imensa imaginação, a energia inesgotável, a independência guardada com cuidado e a perspicácia e eloquência únicas," daquele que foi um "amigo querido".

O diretor executivo da Chanel, Alain Wertheimer disse, também numa declaração, que "graças ao seu génio criativo, generosidade e intuição excecional, Karl Lagerfeld estava à frente do seu tempo, o que contribui imensamente para o sucesso da Chanel por todo o mundo".

"Estamos profundamente entristecidos com as notícias do falecimento de Karl Lagerfeld. A sua contribuição inigualável para a indústria da moda mudou a forma como as mulheres se vestem e a ideia que têm da moda," disse Caroline Rush, diretora executiva do British Fashion Council, numa declaração.

Donatella Versace, designer de moda italiana e irmã do falecido Gianni Versace, também reagiu: "Karl, o teu génio tocou as vidas de tantas pessoas, especialmente a do Gianni e a minha. Nunca vamos esquecer o teu talento incrível e inspiração sem fim. Estivemos sempre a aprender contigo".

A britânica Victoria Beckham usou as redes sociais para lamentar a perda de "um génio sempre tão querido e generoso para mim quer pessoalmente quer profissionalmente".

Karl Lagerfeld, estilista e diretor artístico da Chanel, e um ícone mundial da indústria da moda durante mais de meio século, morreu no passado dia 19 de fevereiro, com 85 anos. Em janeiro, Lagerfeld já tinha faltado ao último desfile da Chanel devido a problemas de saúde.

Virgine Viard, a vice-diretora da Chanel, irá assumir as responsabilidades de designer-chefe da casa de moda, segundo uma fonte da Chanel.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG