O "Abhinandan": na Índia todos querem um bigode como o do piloto

Quando o seu avião se despenhou no Paquistão após ter sido abatido e ele foi capturado pelas autoridades paquistanesas, o tenente-coronel Abhinandan Varthaman tornou-se num símbolo da tensão entre os dois países. Libertado, virou herói. Agora está a criar tendências com muitos a copiarem o seu bigode original.

Capturado pelas forças paquistanesas após o seu avião ter sido derrubado durante uma missão no país vizinho, o tenente-coronel Abhinandan Varthaman impressionou tudo e todos com a calma que revelou nos vídeos que os seus captores foram divulgando. Num deles aparece mesmo a beber um chá.

Símbolo da tensão crescente entre Índia e Paquistão em torno de Caxemira, o piloto acabou por ser libertado num "gesto de paz" e por regressar a casa com aura de herói. Tanto que muitos homens não hesitaram em lhe copiar o bigode original, num gesto de homenagem.

O visual, segundo a CNN, é uma mistura entre um "pistoleiro" (patilhas alargadas com bigode motard) e umas costeletas (patilhas compridas que vão dar a um bigode). E já tem nome: o Abhinandan.

Nas escolas as crianças celebraram o regresso do piloto desenhando bigodes com canetas. No Twitter, muitos indianos deixaram a sua homenagem ao piloto, colocando fotografias do seu novo estilo de bigode. Nos barbeiros multiplicam-se os pedidos para copiar o seu estilo:

Tensão Índia-Paquistão

Os acontecimentos em Caxemira, região disputada entre Índia e Paquistão, precipitaram-se depois de as forças armadas indianas indicarem na terça-feira que tinham realizado um ataque aéreo contra um campo de treino do grupo islâmico Jaish-e-Mohammed (JeM). Este reivindicou um atentado suicida na Caxemira indiana, que matou pelo menos 40 paramilitares indianos a 14 de fevereiro.

Islamabad denunciou imediatamente uma "agressão inoportuna" e prometeu responder "na hora e local" que escolhesse.

As forças armadas paquistanesas afirmaram posteriormente terem abatido dois aviões indianos no espaço aéreo do Paquistão e detido dois pilotos indianos.

Nova Deli anunciou por seu turno ter abatido um avião paquistanês em Caxemira e ter perdido "um Mig-21", cujo piloto, Abhinandan Varthaman,foi então dado com "desaparecido em combate". Capturado pelos paquistaneses, acabou libertado. Agora é um herói... e um imporvável ícone de moda.

A questão de Caxemira é um ponto de discórdia entre a Índia e o Paquistão desde a partição do império colonial britânico e da criação dos dois países em 1947 e já esteve na origem de duas guerras entre as duas potências nucleares.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG