Número de mortos do atentado de Estrasburgo sobe para cinco

O balanço das vítimas mortais do atentado de Estrasburgo eleva-se para cinco. Este domingo foi desligada a máquina à vítima que estava em morte cerebral.

A pessoa, a quem o mundo da cultura tratava por "Bartek", Barto Orent-Niedzielski, de 35 anos, morreu este domingo, noticia o jornal francês Le Monde. Foi declarado morto por volta das 18.00 É a quinta vítima mortal do atentado que terá sido perpetrado Chérif Chekatt, na última quarta-feira.

O coração de Bartek parou cinco horas depois de ter entrado em coma.

O homem foi atingindo frontalmente quando estava no mercado de Natal de Estrasburgo, na companhia do jornalista italiano, Antonio Megalizzi, que morreu no mesmo dia. "A mãe e o irmão de Bartek decidiram mantê-lo ligado às máquinas para permitir que todos os amigos se despedissem dele", diz o jornal. Encontrava-se no hospital de Hautepierre, em Estrasburgo.

Na manhã deste domingo, cerca de mil pessoas prestaram homenagem às vítimas do atentado, dia 11 de dezembro, no centro da cidade de Estrasburgo. Improvisaram um memorial com objetos, flores e mensagens, que colocaram na praça de Kléber, junto à estátua do general Kléber.

O presumível autor do atentado foi morto pela polícia na quinta-feira à noite, depois de uma perseguição que durou 46 horas.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG