Número de mortos com explosão de camião na Somália sobe para 231 mortos

O número de mortes pode ser mais elevado, uma vez que há mais de 300 feridos, alguns deles graves

O número de mortes causadas pela explosão de um camião armadilhado no sábado no centro de Mogadíscio, capital da Somália, subiu para 231 e o número de feridos para 275, segundo uma fonte policial.

O novo balanço foi avançado pelo senador Abshir Abdi Ahmed, que disse ter recolhido a informação junto de médicos de hospitais que visitou hoje. Muitos cadáveres estão nas morgues dos hospitais por identificar e muitos feridos apresentam queimaduras graves.

Aparentemente, a ataque visava um hotel situado numa movimentada rua da capital somali. A explosão fez ruir o hotel e provocou derrocadas e incêndios em vários edifícios, alguns dos quais continuavam hoje a arder.

O Presidente da Somália, Mohamed Abdullahi Mohamed, declarou três dias de luto e apelou à população para que doasse sangue para as vítimas nos hospitais.

Ao longo da noite, socorristas com lanternas mantiveram as buscas por sobreviventes nos escombros do Hotel Safari, que fica perto do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

O Governo somali atribuiu o ataque às milícias Al-Shabab, ligadas à Al-Qaida, e qualificou o ataque de "desastre nacional".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG