Novo balanço. Atentados de Bruxelas causaram 35 mortos

Número foi comunicado esta segunda-feira pelas autoridades

Os atentados de 22 de março em Bruxelas causaram pelo menos 35 mortos, segundo um novo balanço anunciado hoje pelas autoridades.

Os responsáveis que falavam no centro de crise belga indicaram que 31 vítimas morreram no aeroporto e no metro da capital belga e quatro sucumbiram posteriormente aos ferimentos no hospital.

Este número de 35 vítimas mortais não inclui os três bombistas suicidas, dois dos quais se fizeram explodir no aeroporto Bruxelas-Zaventem e um na estação de metro Maelbeek.

O balanço anterior era de 31 mortos, não incluindo as vítimas que morreram no hospital.

Dos 31 mortos encontrados nas zonas dos crimes, 28 já foram identificados: 16 são belgas e 12 estrangeiros, de nacionalidades norte-americana, holandesa, sueca, alemã, francesa, chinesa, italiana e britânica.

Os atentados causaram igualmente 340 feridos, de nacionalidade belga e de 19 outros países.

Exclusivos