Noivo dá positivo em casamento que juntou 200 pessoas

Festa aconteceu no sábado, em Múrcia, Espanha. Todos os convidados estão a ser seguidos de perto e as autoridades já vieram lembrar que atos como este são de risco elevado.

As autoridades de Múrcia, em Espanha, estão em contacto e a seguir de perto cerca de 200 pessoas que no sábado estiveram presentes num casamento realizado naquela cidade espanhola. O motivo é simples: o noivo deu positivo num teste de covid-19 e existem grandes probabilidades de neste momento existirem mais infetados.

O noivo, cuja identidade não foi revelada, deu positivo num teste à covid a que se submeteram todos os trabalhadores e frequentadores de um centro de menores de Alguazas, localidade próxima de Múrcia. Até ao momento, nesta instituição, foram detetados 24 casos de pessoas infetadas (17 menores e sete empregados).

Na sequência deste caso, as autoridades sanitárias de Múrcia vieram lembrar que neste momento as festas de casamento são eventos de elevado risco, chamando por isso a atenção para as regras que estão em funcionamento.

No caso do casamento em causa, não se sabe qual era a lotação do espaço, mas um decreto aprovado naquela região, em junho, diz expressamente que em eventos deste género só é permitida a lotação de 75% do espaço, seja fechado ou ao ar livre.

O mesmo decreto refere também que o número máximo de pessoas nestes atos é de 200 em locais fechados e 500 ao ar livre. Em nenhum dos casos é permitido utilizar pista de dança.

Espanha registou 730 casos de pessoas infetadas com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, um aumento acentuado de mais 201 contágios em relação aos 529 de segunda-feira, segundo dados do Ministério da Saúde espanhol.

O relatório divulgado nesta terça-feira com a situação epidemiológica atualizou o total de pessoas infetadas desde o início da pandemia para 267 551, dos quais 730 diagnosticados no último dia, o número mais elevado desde o fim do estado de emergência, há um mês.

A comunidade autónoma de Aragão é a região com mais novos casos verificados no último dia (309), seguida das de Navarra (132), Madrid (70) e Catalunha (58).

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG