Morreu Liliane Bettencourt, a herdeira da L'Oréal que era a mulher mais rica do mundo

Tinha 94 anos e era filha do fundador da L'Oréal

Morreu Liliane Bettencourt, a filha do fundador da L'Oréal, aos 94 anos, avança o Le Monde. Segundo a Forbes, em 2017, Liliane Bettencourt era a mulher mais rica do mundo. Morreu na noite de quarta-feira, informou entretanto a família em comunicado.

"Liliane Bettencourt morreu esta noite em sua casa. Ia fazer 95 anos no próximo dia 21 de outubro", referiu a filha Françoise Bettencourt Meyers, em comunicado.

Nascida a 21 de outubro de 1922 em Paris, Liliane Schueller ficou órfã de mãe muito cedo. O pai, Eugène Schueller, era um empreendedor que estudara química antes de fundar a L'Auréale, que mais tarde viria a tornar-se a L'Oréal. Schueller colocou no mercado as primeiras tintas para cabelos na época em que Coco Chanel ou Louise Brooks decidiram cortar e mudar a cor do cabelo, recorda o Le Monde.

Liliane casou-se aos 27 anos com André Bettencourt, apoiante feroz do marechal Pétain e que se junta a François Mitterrand nas redes de resistência dos prisioneiros de guerra nazis.

Depois da Segunda Guerra, o marido de Liliane faz carreira no Estado francês, ao serviço da direita conservadora. O casal tem apenas uma filha, Françoise, nascida em 1953 em Neuilly-sur-Seine. Quatro anos depois da morte do pai, Eugène, Liliane assume a liderança da L'Oréal.

Em 2011, a filha Françoise entrou em tribunal para pedir que a mãe fosse declarada incapaz de gerir a fortuna, devido a demência. Venceu, passando a gerir o património da principal acionista da L'Oréal, Liliane Bettencourt.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG