Milhares bloqueados na estrada pela neve foram resgatados pelo exército 18 horas depois

Queda intensa de neve bloqueou centenas de veículos e deixou milhares de espanhóis na estrada à espera da intervenção das autoridades

A Unida Militar de Emergências trabalhou sem parar na madrugada deste domingo em Espanha, na autoestrada AP-6, em Segovia, na comunidade autónoma de Castela e Leão, para libertar centenas de automóveis que passaram a noite bloqueados pela neve.

Segundo o El País, a operação só ficou concluída à hora de almoço de domingo: já não há veículos bloqueados e a estrada reabriu de forma provisória ao início da tarde.

O bloqueio, explica o jornal, levou 18 horas, devido ao mau tempo que está a atingir grande parte de Espanha. Este domingo, deve continuar a nevar no norte e centro do país e só na segunda-feira a neve vai parar, mas as temperaturas vão continuar a descer.

Mais de 240 efetivos do exército trabalharam desde sábado para resgatar os condutores e passageiros presos debaixo de um nevão, ao longo de cerca de 70 quilómetros da autoestrada, entre Madrid e Segovia.

Só os agentes da Guardia Civil de Segovia conseguiram libertar mais de 300 veículos desde a tarde de sábado, mas a intervenção continuou durante longas horas, com o auxílio do exército, que foi determinante para a retirada de milhares de pessoas que enfrentaram dentro dos automóveis o frio intenso que se fazia sentir.

De acordo com o El Mundo, e perante a previsão de neve para este domingo, as autoridades da região de Castela e Leão têm reservadas 16 800 toneladas de sal para colocar nas estradas, assim como centenas de limpa-neves que têm trabalhado sem descanso.

Muitos condutores queixaram-se nas redes sociais que ficaram parados na autoestrada sem informações, reclamando da espera para serem desbloqueados.

O governo espanhol anunciou entretanto que vai abrir um inquérito à concessionária responsável pela AP-6, onde os automóveis ficaram bloqueados.

Exclusivos