Merkel e Hollande: comícios turcos só se cumprirem estritamente a lei

Os dois chefes de Governo também consideraram "inaceitáveis" as comparações com o nazismo e outras declarações "ofensivas das autoridades de Ancara"

A chanceler alemã Angela Merkel e o Presidente francês, François Hollande, consideraram hoje que os comícios de políticos turcos nos seus dois países apenas poderão ser autorizados caso cumpram "de forma estrita" as leis em vigor, informou o Executivo germânico.

Em comunicado, o Governo alemão informou que Merkel e Hollande abordaram numa conversa telefónica as atuais "tensões" entre Ancara e diversos países da União Europeia (UE).

Os dois chefes de Governo também consideraram "inaceitáveis" as comparações com o nazismo e outras declarações "ofensivas das autoridades de Ancara".

Hollande transmitiu, aliás, a sua solidariedade à Alemanha e outros países que têm sido alvo de ataque do Governo turco, com destaque para a Holanda.

As posições de Merkel e Hollande surgem quando está a aumentar a tensão com as autoridades turcas e se aproxima o referendo agendado para 16 de abril para impor um regime presidencialista na Turquia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG