Menino inglês de 4 anos usado em propaganda chocante do Estado Islâmico

A criança foi levada para a Síria pela mãe, e agora é usada pelo grupo terrorista em vídeos de propaganda

Um rapaz britânico de quatro anos, levado para a Síria pela mãe, aparece num vídeo recentemente divulgado pelo grupo terrorista Estado Islâmico, a colaborar na morte de prisioneiros. No vídeo, o menino carrega num botão que parece fazer explodir um automóvel onde se encontram quatro pessoas algemadas.

Segundo o jornal britânico The Telegraph, o menino é Isa Dare, filho de uma mulher britânica que se converteu ao Islão e foi radicalizada, tendo viajado para a Síria para se juntar ao grupo Estado Islâmico, levando a criança consigo. Não é a primeira vez que Isa Dare surge num vídeo do grupo terrorista, vestido com roupas militares.

Os vídeos de execução são uma das armas de propaganda da organização terrorista que controla partes da Síria e do Iraque. Não é a primeira vez que usam menores nestes vídeos, que são de alto valor de produção e servem para tentar recrutar novos 'jihadistas' e simultaneamente assustar os opositores do grupo extremista Estado Islâmico.

O Telegraph escreve que o vídeo em que Isa Dare aparece foi gravado em Raqqa, a cidade síria onde o grupo Estado Islâmico criou uma espécie de capital para o seu território ocupado.

O grupo terrorista que se autodenomina Estado Islâmico surgiu no início dos anos 2000, durante a ocupação norte-americana do Iraque, mas ganhou mais poder quando aproveitou o tumulto provocado pela guerra civil na Síria - que desde 2011 opõe o regime de Bashar al-Assad a vários grupos rebeldes de diferentes motivações - para ocupar partes do seu território. Acabaram por proclamar um califado, em 2014.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG