Um dos detidos é irmão do terrorista suicida

Homem foi detido na terça-feira. Hoje houve mais três detenções

Um dos quatro detidos em ligação com o atentado de segunda-feira em Manchester, que matou 22 pessoas, é irmão do bombista suicida que realizou o ataque, Salman Abedi, informaram hoje meios de comunicação locais.

Trata-se de Ismael Abedi, 23 anos, o primeiro detido na terça-feira pela polícia no sul de Manchester no âmbito da investigação.

O ataque ocorreu no final de um concerto da artista norte-americana Ariana Grande, quando Salman Abedi se fez explodir e matou pelo menos 22 pessoas, ferindo outras 64, entre as quais várias crianças e adolescentes.

A polícia de Manchester deteve hoje de manhã três pessoas no sul da cidade por possível envolvimento no atentado, não tendo revelado até ao momento a sua nacionalidade, idade ou nome.

A televisão britânica BBC disse que Salman Abedi utilizou um engenho explosivo fabricado por outra ou outras pessoas, reforçando a suspeita de que o suicida integrava uma rede terrorista.

A ministra do Interior britânica, Amber Rudd, referiu hoje que o terrorista era "conhecido" dos serviços de segurança e "provavelmente não agiu sozinho".

Perante a possibilidade de Salman Abedi fazer parte de uma célula, o governo decidiu na quarta-feira aumentar para o nível mais alto o grau de ameaça terrorista contra o Reino Unido.

Abedi, nascido na área de Manchester, ter-se-á radicalizado numa passagem pela Síria.

O atentado, reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico, foi o mais mortífero no Reino Unido desde que quatro bombistas suicidas mataram 52 pessoas que viajavam em autocarros e no metropolitano de Londres, em 2005.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG