Mais de quatro mil detidos devido a apostas ilegais durante Euro 2016

Rede que operava apostas ilegais no valor de 587 milhões de euros atuava na Ásia

Pelo menos 4.100 pessoas foram detidas em operações policiais coordenadas pela Interpol contra o negócio das apostas ilegais na Ásia durante o Euro 2016, segundo um comunicado da organização internacional de polícia criminal, divulgado hoje.

A operação chamada "SOGA 6" atuou na China, Malásia, Singapura, Tailândia e Vietname, com ramificações em França, Grécia e Itália, e centrava-se em extinguir uma rede de locais e páginas web que operavam apostas ilegais no valor de 649 milhões de dólares (587 milhões de euros).

A segunda missão, "Aces", atingiu uma rede transnacional por detrás de portais virtuais e centros de atendimento ao cliente dedicados a apostas ilegais, através de atuações em Camboja, Coreia do Sul, Filipinas, Tailândia e Vietname.

Desde junho de 2007, início das operações "SOGA" da Interpol, foram detidas cerca de 12.500 pessoas e encerradas mais de 3.400 instalações que manipulavam aproximadamente 6,4 mil milhões de dólares (5.800 milhões de euros).

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG