Mais 14 sarcófagos descobertos na necróple de Saqqara

Este monumento, construído por volta de 2.700 antes de Cristo, po Imhotep, é considerado um dos mais antigos da superfície do globo.

As autoridades egípcias anunciaram este domingo a descoberta no fundo de um poço da necrópole de Saqqara, sudoeste do Cairo, 14 novos sarcófagos com cerca de 2.500 anos.

Esta nova descoberta, feita na sexta-feira, soma-se à de outros 13 sarcófagos no mesmo local há cerca de uma semana, disse o ministério das Antiguidades em comunicado.

Saqqara, que fica a 25 quilómetros a sul das pirâmides do planalto de Gizé, é uma vasta necrópole que abriga a famosa pirâmide do faraó Djoser, a primeira da era faraónica.

Este monumento, construído por volta de 2.700 antes de Cristo, po Imhotep, é considerado um dos mais antigos da superfície do globo.

As imagens dos sarcófagos bem preservados mostram padrões de castanho e azul, bem como vários sinais hieroglíficos.

Durante vários anos, as autoridades egípcias anunciaram regularmente descobertas arqueológicas, com o objetivo, entre outras coisas, de reavivar o turismo.

A participação do turismo na receita do país foi prejudicada pela instabilidade política e pelos ataques que se seguiram à revolução de 2011 que tirou Hosni Mubarak do poder e, mais recentemente, pela epidemia do novo coronavírus.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG