Lista de Schindler à venda. Pode ultrapassar os dois milhões de euros

Documento tem 14 páginas e os nomes de 801 judeus salvos do regime nazi por Oskar Schindler

Uma das listas de Schindler originais está a ser leiloada e espera-se que possa vir a ser arrematada por mais de 2,2 milhões de euros. Este documento, que é o penúltimo elaborado por Oskar Schindler na sua missão de salvar judeus do holocausto, tem 14 páginas e a data de 18 de abril de 1945. O documento inclui os nomes de 801 judeus que o empresário alemão pôs a trabalhar na sua fábrica e que, assim, salvou do regime nazi.

A lista foi elaborada por Oskar Schindler com a ajuda do contabilista Itzhak Stern, interpretado por Ben Kingslay no filme oscarizado de Steven Spielberg. Foi aliás, segundo afirmou um responsável pela leiloeira Moments of Time ao site Page Six, um sobrinho de Stern que lhe fez chegar a lista.

Trata-se de uma de sete, das quais apenas quatro terão sobrevivido: esta, uma que está no Museu do Holocausto em Washington; e duas que se encontram em Yad Vashem, o memorial pelas vítimas do holocausto em Israel, segundo explica o site da leiloeira.

De acordo com o The Guardian, o documento esteve à venda em 2013 no eBay com o preço-base de 2,8 milhões de euros.

O empresário alemão Oskar Schindler gastou a sua fortuna pessoal ao empregar judeus nas suas fábricas de armas e munições, tendo assim livrado cerca de 1200 das câmaras de gás dos campos de concentração nazis.

Steven Spielberg contou a história de Oskar Schindler no filme A Lista de Schindler, protagonizado por Ralph Fiennes, que em 1994 foi o grande vencedor da cerimónia dos Óscares, tendo ganho, entre outros, os prémios de melhor filme e melhor realizador.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG