Kim Jong-un diz que lançamentos de mísseis são aviso para EUA e Coreia do Sul

Os últimos lançamentos de mísseis da Coreia do Norte são "uma advertência" a Washington e a Seul, que realizam manobras militares conjuntas, segundo o líder norte-coreano, citado esta quarta-feira pela agência de notícias estatal.

"Ao assinalar o sucesso desta demonstração, Kim Jong-un observou que a ação militar foi uma oportunidade para emitir uma advertência apropriada às manobras militares conjuntas que estão a ser conduzidas pelos Estados Unidos e pela Coreia do Sul", de acordo com a KCNA.

A agência norte-coreana avançou que Kim marcou presença no lançamento dos mísseis na terça-feira. O teste serviu para verificar a eficácia de "um novo tipo de míssil tático guiado", acrescentou.

O último lançamento ocorreu depois das forças dos Estados Unidos e da Coreia do Sul iniciarem manobras conjuntas, na segunda-feira, para testar a capacidade operacional de Seul em tempo de guerra.

Pyongyang advertiu que estas manobras iam colocar em risco o reinício das negociações com Washington sobre o arsenal nuclear norte-coreano.

A Coreia do Norte sempre condenou estas manobras conjuntas regulares, classificando-as como preparação para uma possível invasão.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG