Jordânia enforca 15 condenados, o maior número em anos

Dez dos condenados à morte foram enforcados por acusações de "terrorismo"

Quinze condenados à morte, incluindo dez por acusações de "terrorismo", foram enforcados durante a madrugada de hoje na Jordânia, numa rara execução em massa, anunciou hoje o porta-voz do Governo.

Mahmud al-Momani, também ministro da Informação, detalhou à agência noticiosa Petra que os 15 condenados, todos jordanos, foram executados na prisão de Suaga, localizada a sul da capital, Amã.

A anterior execução em massa remonta a dezembro de 2014, altura em que foram enforcados 11 homens condenados à pena capital, com a Jordânia a quebrar a moratória à aplicação da pena de morte que mantinha desde o ano de 2006.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG