Joaquin Phoenix foi detido em protesto organizado por Jane Fonda

Além do protagonista do filme 'Joker', também o veterano ator Martin Sheen foi detido pela polícia, em Washington, durante um protesto contra a exploração de combustíveis fósseis.

O ator Joaquin Phoenix foi detido esta sexta-feira durante o protesto semanal pelo combate aos efeitos das alterações climáticas organizado por Jane Fonda, junto ao Capitólio em Washington. Também o ator Martin Sheen e várias dezenas de pessoas foram detidas por não terem dispersado e abandonado o local como tinha pedido a polícia. Têm sido habituais as detenções neste tipo de manifestações. A própria Jane Fonda já foi detida várias vezes.

Jane Fonda organiza estes eventos de protesto às sextas-feiras, desde 11 de outubro. Após a vitória no Globo de Ouro como melhor ator, pelo filme "Joker", Phoenix estava presente no evento desta semana, em que o foco estava nos "principais bancos e investidores que financiam a exploração de combustíveis fósseis".

Antes da detenção, Phoenix falou ao microfone sobre as formas como tenta combater os efeitos das alterações climáticas. "Há coisas que não posso evitar, ainda hoje viajei de avião. Mas uma coisa que posso fazer é mudar os hábitos alimentares", disse o ator que é vegetariano e na cerimónia dos Globos de Ouro pediu aos presentes para deixarem de comer carne.

Phoenix, 45 anos, foi levado pela polícia tal como Martin Sheen e outros manifestantes. Desde o início do "Fire Drill Fridays", Jane Fonda foi detida quatro vezes. Os atores Sam Waterston, Sally Field, Ted Danson e Rosanna Arquette também foram levados pela polícia em eventos da mesma causa.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG