Soldado norte-coreano deserta para o sul em fuga digna de filme

Começou num jipe e teve de prosseguir a pé. Foi atingido pelo menos por sete balas mas deverá sobreviver.

O soldado norte-coreano que desertou esta segunda-feira para a Coreia do Sul, numa fuga que as autoridades sul-coreanas dizem parecer um filme, deverá sobreviver apesar da gravidade dos ferimentos, informaram as autoridades.

O homem foi submetido a uma intervenção cirúrgica, tendo-lhe sido retiradas cinco balas, disparadas pelas tropas do regime de Kim Jong-un. Os médicos optaram por deixar outras duas alojadas no corpo, segundo avança a agência Reuters.

O soldado, não armado, terá começado a fuga num jipe, mas teve de prosseguir a pé depois de uma roda se ter soltado. A passagem da fronteira aconteceu na Zona Desmilitarizada, estabelecida ao longo da fronteira entre as coreias do Norte e do Sul, junto a Panmunjom. Alvo de mais de 40 disparos, refugiou-se por trás de uma estrutura sul coreana da zona desmilitarizada, tendo sido resgatado por soldados da Coreia do Sul e dos Estados Unidos e transportado de helicóptero para um hospital.

Segundo o ministro da Defesa da Coreia do Sul, Song Young-moo, esta foi a primeira vez que as tropas norte coreanas dispararam para o sul da zona desmilitarizada. Não houve disparos efetuados pelos soldados do sul.

A Coreia do Norte ainda não reagiu a esta deserção e não terá havido movimentações especiais nas tropas norte-coreanas na fronteira.

Cerca de mil soldados norte-coreanos desertam anualmente, mas normalmente fazem-no através da China, sendo raros os casos de tentativas de atravessar a fronteira.

(Corrigida às 10:15 na identificação de uma das Coreias)

Relacionadas

Últimas notícias

Brand Story

Tui

Mais popular

  • no dn.pt
  • Mundo
Pub
Pub