Já são cinco os que querem suceder a May. Hancock é o mais recente candidato

Matt Hancock junta-se a Boris Johnson, Esther McVey, Jeremy Hunt e Rory Stewart na disputa pela liderança do Partido Conservador, que lhe dará o lugar de primeiro-ministro.

Já há cinco candidatos anunciados à sucessão de Theresa May, depois de Matt Hancock, ministro da Saúde, ter declarado que vai disputar a liderança do Partido Conservador britânico.

"Sim. Vou candidatar-me para ser o próximo primeiro-ministro", garantiu Hancock este sábado de manhã em declarações à BBC, citado pelo jornal The Guardian. O governante prometeu ser "um servidor do Parlamento" na concretização de um acordo para o Brexit - uma questão que acabou por destruir a liderança de May.

Hancock, 40 anos, junta-se a uma longa lista de conservadores que possivelmente avançarão para a disputa da liderança do partido - e, consequentemente, do país - incluindo Boris Johnson, Rory Stewart, Andrea Leadsom ou Dominic Raab. Confirmados, para já, estão Boris Johnson, Esther McVey, Jeremy Hunt e Rory Stewart. Já o ministro do Comércio, Liam Fox, colocou-se fora da corrida.

À espreita da sua oportunidade está Boris Johnson, 54 anos, há muito apontado para a liderança do Partido Conservador. O ex-ministro dos Negócios Estrangeiros britânico e antigo presidente da Câmara de Londres foi um dos rostos da campanha pelo Brexit e já ameaçou com um "no deal": "Saímos da UE a 31 de outubro, com ou sem acordo."

Já a deputada Esther McVey, 51 anos, e que deixou a pasta do Trabalho no ano passado, é uma assumida eurocética e uma das interessadas em suceder a Theresa May, com quem mantinha uma divergência na estratégia a seguir para o Brexit. Na última semana propôs uma "agenda radical" para atrair o voto da classe trabalhadora, defendendo cortes à despesa para a cooperação internacional para investir em escolas e na polícia do país.

O atual chefe da diplomacia britânica, Jeremy Hunt, 52 anos, era, tal como May, um defensor do Remain (permanecer na União Europeia), tendo até chegado a defender um novo referendo sobre o acordo de Brexit. Uma ideia que agora rejeita, indo até mais longe, afirmando - tal como o seu antecessor nos Negócios Estrangeiros - que pode haver uma saída sem acordo em cima da mesa.

Rory Stewart, 46 anos, é outro governante que se candidata. O responsável pela pasta do Desenvolvimento Internacional já disse que não poderá servir num governo liderado por Boris Johnson. E sugeriu que Johnson o enganou sobre um Brexit sem acordo.

Exclusivos

Premium

Betinho

Betinho: "NBA? Havia campos que tinham baldes para os jogadores vomitarem"

Nasceu em Cabo Verde (a 2 de maio de 1985), país que deixou aos 16 anos para jogar basquetebol no Barreirense. O talento levou-o até bem perto da NBA, mas foi em Espanha, Andorra e Itália que fez carreira antes de regressar ao Benfica para "festejar no fim". Internacional português desde os Sub-20, disse adeus à seleção há apenas uns meses, para se concentrar na carreira. Tem 34 anos e quer jogar mais três ou quatro ao mais alto nível.