Túnel entre EUA e México tinha carris e entrada disfarçada por contentor

É a 13.ª passagem secreta encontrada entre a fronteira do México e Califórnia, EUA, desde 2006

As autoridades dos Estados Unidos anunciaram na quarta-feira a descoberta de um túnel entre San Diego, na Califórnia, EUA, e Tijuana, no México. O túnel servia para tráfico de droga e uma das entradas, no lado norte-americano, estaria coberta com um contentor do lixo, segundo o The Guardian.

De acordo com as autoridades, o túnel - com 800 metros de comprimento e apenas um metro de largura - estava equipado com um sistema de carris para facilitar o transporte das mercadorias, tinha iluminação e ventilação. Ligava uma casa em Tijuana a um terreno em San Diego, onde alegadamente funcionava uma empresa de paletes de madeira. A entrada em Tijuana fazia-se a partir de uma casa, onde fora instalado um elevador - dentro de um armário - que descia para a passagem subterrânea. Já do lado norte-americano, a entrada estava disfarçada com um contentor do lixo.

Esta é a 13.ª passagem secreta sofisticada encontrada entre a fronteira do México e a Califórnia desde 2006, a terceira na mesma rua em San Diego, que é paralela a uma área residencial do outro lado da fronteira.

"É a toca de um coelho. Acho que é um pouco engenhoso e algo diferente do que já tenhamos visto", disse Laura Duffy, procuradora dos EUA.

Os investigadores não sabem quando o túnel foi terminado e os moradores garantem que chegaram a assistir às transações de paletes no terreno norte-americano. A investigação começou no outono passado, depois de os agentes na fronteira terem observador movimentos suspeitos.

A operação resultou em seis detenções, na passada sexta-feira: um americano, dois cubanos e três mexicanos.

Exclusivos

Premium

Betinho

"NBA? Havia campos que tinham baldes para os jogadores vomitarem"

Nasceu em Cabo Verde (a 2 de maio de 1985), país que deixou aos 16 anos para jogar basquetebol no Barreirense. O talento levou-o até bem perto da NBA, mas foi em Espanha, Andorra e Itália que fez carreira antes de regressar ao Benfica para "festejar no fim". Internacional português desde os Sub-20, disse adeus há seleção há apenas uns meses, para se concentrar na carreira. Tem 34 anos e quer jogar mais três ou quatro ao mais alto nível.