Bomba da II Guerra Mundial encontrada no Kremlin

Engenho estava intacto e foi usado num dos oito ataques nazis contra o Kremlin.

Uma bomba aérea da II Guerra Mundial, que não chegou a ser detonada, foi encontrada no Kremlin durante a realização de obras, segundo agências de notícias russas, que citam o comandante Sergei Khlebnikov.

"Como se sabe, o Kremlin foi bombardeado em 1941-1942", disse Khlebnikov aos jornalistas, adiantando que a bomba foi desativada e removida sem que alguém se tivesse ferido - informa a Bloomberg.

O Kremlin, um complexo fortificado no centro de Moscovo, acolhe os gabinetes e a residência oficial dos líderes russos, incluindo do presidente Vladimir Putin.

A fortaleza era um alvo para os pilotos nazis durante a Segunda Guerra Mundial. O complexo sobreviveu a oito ataques, nos quais foram lançadas cerca de 200 bombas. Nesses atentados terão morrido quase 100 pessoas, segundo informa o jornal publicado pelo governo russo, Rossiyskaya Gazeta, que cita documentos históricos.